Diretor de presídio de Campos é exonerado após repercussão do caso do preso que mostrava a rotina na prisão

0
137

Foto: Rede social

O diretor do presídio Dalton Crespo de Castro, em Campos, foi exonerado do cargo nessa quarta-feira (3), após a repercussão do caso do preso que mostrava a rotina na cadeia através da rede social Tik Tok.

O desligamento do diretor foi publicado no boletim da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), onde também foi anunciada a entrada do substituto Victor Barbosa da Silva. Nos vídeos que fazia para o Tik Tok, o preso mostrava o dia a dia no presídio para mais de 2 mil seguidores. Ele divulgava ações como futebol entre os detentos, faxina, preparação de lanches, entre outras atividades.

Segundo a Seap, o detento foi identificado durante uma revista, onde foram encontrados 17 celulares, 13 chips, além de uma quantidade de drogas no presídio, sendo que a cela do preso em questão foi um dos locais onde foram localizados os materiais irregulares. O preso foi transferido de Campos para Penitenciária de segurança máxima Laércio da Costa Pelegrino, mais conhecida como Bangu I, no Complexo do Gericinó, na Zona Oeste do Rio.

Veja três registros que foram feitos pelo preso:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui