Trabalhadores de carteira assinada podem receber auxílio de R$ 550,00

0
353

Foto: Ilustrativa

O Auxílio no valor de meio salário mínimo, tem como intuito promover a procura de um vínculo empregatício por parte dos beneficiários do BPC.

A medida foi possível através da lei 14.176 que deve vigorar a partir do mês de outubro de 2021.

Neste sentido aqueles que integrarem o BPC, receberam a cota mediante a comunicação ao INSS do também responsável pelos repasses do beneficiário, bem como o cumprimento das condições do novo abono. O nome do benefício que irá conceder meio salário mínimo será auxílio-inclusão.
Lembrando que o BPC/LOAS trata-se de benefício assistencial destinado a idosos com idade igual ou superior a 65 anos e portadores de deficiência de qualquer idade. Para ter direito ao benefício é necessário atender às seguintes condições:

– Ser idoso com 65 anos ou mais, ou portador de alguma deficiência de qualquer idade;

– Não receber nenhum benefício previdenciário ou de outro regime;

– Possuir renda mensal familiar igual ou inferior a ¼ do salário mínimo (R$ 275 em 2021) por pessoa;

– Comprovar que a família não tem condições financeiras para sustentá-lo;

– Ser brasileiro nato.

Quem tem direito ao auxílio-inclusão?

Além de atender as condições do BPC/LOAS, de modo que seja um integrante do benefício assistencial social, o interessado no auxílio-inclusão deve estar enquadrado nas seguintes regras:
Ser beneficiário do BPC a pelo menos 5 (cinco) anos;

– Possuir remuneração mensal em até dois salários mínimos (R$ 2.200 em 2021);

– Estar inscrito no CadÚnico.

Importante! Vale destacar ser essencial que as informações contidas no Cadastro Único (Cadúnico), estejam devidamente atualizadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui