Candidatos jovens em busca do Legislativo SãoFranciscano.

0
346

Otávio Póvoa, Nasci 14 de maio de 1985, filho de João Barreto de Oliveira Póvoa e Cileia da Silva Siqueira, família grande composta por 10 filhos. Comecei a trabalhar aos 9 anos de idade, onde já ajudava nas tarefas do campo tirando leite, apartando bezerros, alimentava os porcos e galinhas, alem de cuidar da horta, plantações, etc….e isso me fez ter responsabilidade desde cedo. Terminei grande parte do segundo grau no período noturno porque durante o dia eu tinha as minhas obrigações, somente no último ano em 2006, quando me formei tive que acomodar meus horários para poder me dedicar melhor aos estudos. Juntei um pouco das minhas economias no período em que trabalhava durante o dia, mas graças a Deus consegui terminar o segundo grau. Estudei na mesma sala de aula com uma garota muito especial onde começamos a namorar e terminamos juntos o estudo. No ano seguinte nos casamos, eu com 19 anos e ela com 18 anos, Gilssara sales Barreto hoje minha esposa. Em 2009 começava uma grande obra de terraplanagem em Itaboraí-RJ, o Comperj consórcio pela empresas Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão e Odebrecht onde eu adquiri muita experiência para dar início a minha vida profissional, uma obra de grande porte onde era fiscalizada pela Petrobrás para a construção da maior refinaria de petróleo da América, trabalhei durante o dia e anoite eu estudava e me formei em técnico de edificações e fiz estágio no meu próprio serviço na área de drenos com geogrelhas e terraplanagem de pátios e estradas, ao final do estágio consegui tirar a carteira do CREA. Trabalhei de 2009 a 2011 no Comperj em Itaboraí. Em 2012 me fui convidado para trabalhar no Porto do Açu pela empresa Scavasul onde preparamos todas as estradas de acesso ao porto e pátios para as instalações das empresas estrangeiras que estavam chegando ao porto, onde toda terraplanagem era feita com todos os requisitos exigidos pelo o laboratório de testes e análise da obra, onde encontrei muito desafio pelo tipo de terreno arenoso, onde dificultava a homogeneização do material durante o tratamento para dar a compactação adequada ao solo, eu como encarregado de terraplanagem coloquei em prática tudo que aprendi no curso e no estágio e graças a Deus os pátios e estradas do Porto do Açu estão lá até hoje, um serviço bem feito e com uma equipe de operadores de máquinas, topógrafos e ajudantes que se comprometeram com a qualidade e segurança do serviço. Em 2014, tive problemas de saúde, onde percebi que não iria render o suficiente no serviço e acabei abandonando a carreira. Onde voltei para o campo para produzir leite onde estou até hoje, tenho 2 filhos João com 9 e Bernardo com 7 anos. Otavio Póvoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui