Cerca de 50 caminhoneiros e outros que se aderiram ao protesto com seus caminhões, e outros veículos, fizeram manifestação pacífica

0
319

Quinta feira marcada pela manifestação pacífica na ponte da divisa entre os Estados do Espírito Santo e do Rio de Janeiro.
Na manhã desta quinta-feira (24), Caminhoneiros começaram uma manifestação pacífica entre os Estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro.
O protesto iniciou-se do lado do Rio de Janeiro, no município de São Francisco de Itabapoana, município- divisa vizinho a Presidente Kennedy onde a ponte interliga os dois estados.
No inicio da semana foi limitado apenas a caminhões com no máximo 15 toneladas para trafegando por esta ponte.
Segundo os policiais que fazem a fiscalização proibindo a passagem de caminhões com peso acima do estipulado, a estrutura da ponte está comprometida no lado do Rio de Janeiro. O barranco na cabeceira da ponte está cedendo, comprometendo toda estrutura.
O local esta sinalizado com informação sobre o limite de 15 toneladas, aviso para desviar da área que está cedendo tambem foi colocado.
Caminhoneiros relatam que a ponte não tem trincas e que o problema de desmoronamento do barranco na cabeceira da ponte existe há mais de 20 anos, sendo sempre resolvido com caminhões de barro que são colocados no local, uma vez que fortes chuvas costumam a lavar este aterro, as fortes chuvas deste o início do ano podem ter ocasionado a corrosão.

Cerca de 50 caminhoneiros e outros que se aderiram ao protesto com seus caminhões, e outros veículos, fizeram manifestação pacífica.
A presença de policiais militares do Rio de Janeiro estão no local controlando o trânsito que agora está congestionado por conta dos caminhões.
Segundo os manifestantes, não existe previsão para a normalização do tráfego no local. Os caminhoneiros que estão no local discutem uma alternativa para resolver o problema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui